Morre aos 32 anos Dona Quatola, figura distinta e bem afiada na língua.
Esta é uma breve história da figura incomparável.

Dona Quatola e seu rabo nada convencional em:

UM DIA O RABO CAI...

Um dia Dona Quatola
Muito elegante e pomposa
Passou a se exibir perante vizinhos
Uma beleza que outrora no resguardo
Tornou-se patrimônio público

Faceira, esguia, split de cobra com pomba
Dona Quatola foi uma criatura divinamente correta,
Politicamente distinta, asseada no verbo,
Sempre de bem com a vida.

Durou sim. Durou até o dia que conheceu o mundo.
Sua língua, que de pura, antigamente um doce comum,
Agora nem mais pode degustar café.
Resolveu espalhar todo mal e veneno
Complemento amargo, bem amargo
Jiló com nabo. É isso! Vitamina bem batida,
Bem servida de coisas ruins.
Pisou em quem tentou lhe impedir
Atormentou o sono alheio
Limpou os pés em possíveis pretendentes
Que inocentes só serviram de piso

O que é isso Dona Quatola?
Uma figura distinta
Se deixou levar nas intrigas?
Pra modi que assuntá?
Isso só incha sua barriga, faiz mau pro figo e gruda as tripa


A fascinação de Dona Quatola pela vida alheia só fez com que sua aparência se tornasse desprezível. Inchou, perdeu seus lindos cabelos servidos de repuxo de arado. Sua boca derreteu devido ao infarto sofrido na recepção de uma intrigante fofoca. O olho, esse já não se encontrava nas bandas de cá, (em órbita com certeza estará). Sua língua não pescava mais moscas. Mais sensível, pescava conversas. Em sua traseira evoluiu um ser sem pretensão de saída, talvez nem de entrada. Ele não queria nada sério. Passaria um tempo por lá sem assinatura de contrato e todas essas coisas de adulto chato. Faria apenas um pagamento no estilo pensão para rapazes, pague e fique. Mas, esse ser, que é, ou foi uma terrível boca, começou a devorar Dona Quatola que de início perdeu a voz, depois a fome, a visão... e por ai foi a terrível boca estúpida agregando massa.
Quando bateu o novo no velho, disse:
- Já foi? Mudemos? Ahn... Sim – e começou a se autodestruir, se devorando ou devorando Dona Quatola.
Se hand então ao enigma do ovo ou do avestruz . Uma lágrima escorreu.
Podia ser:
(a) clemência;
(b) dor;
(c) perdão;
(d) um cisco (que é a que acredito ser)
Se fosse Zé Oroco aceitava a alternativa A.
E assim, num passe de mágica, Dona Quatola (ou a boca terrível) virou um asterisco.
Pum, fim. 


Amanhã divulgaremos aqui a foto do ultimo registro em vida de Dona Quatola.

EU SEREI A HIENA + XOXU


Expo Since Terça-Feira
Visitação:
Sexta 14H Às 19H
Sábado 14H Às 19H

Domingo encerramento 16H

Ateliê OÇO  

Praça Carlos Gomes, 115, Liberdade,
perto da estação Liberdade do Metrô.

Show Grátis de encerramento com a banda:
EU SEREI A HIENA


Série bandas safadas.

Fried Green Beetles
  ( primeiro nome da banda)

O quinto elemento dos Beatles não é a chatice intrínseca, mas sim um chinês chamado Wong Arroz à moda chinesa Banana caramelada Camarão com gengibre e cebolinha Camarões empanados ao coco com molho agridoce Carne com brócolis e moyashi Carne oriental com broto de feijão Frango xadrez Lombo à moda chinesa Macarrão oriental com legumes Pãozinho chinês Peito de frango com mini milhos Rolinho primavera Salada de macarrão transparente com broto de feijão Show mein da Silva. 
Wong A
rroz à moda chinesa Bana...foi visto pela ultima vez vendendo yakisopa na esquina da Barão com a Ipiranga, regando - entre goles - de cerveja, aos jatos, seu tacho de macarrão que, no ápice de sua participação na banda Beatles, serviu de gongo.

Superxoxo Since Terça-Feira 
Galeria do Yaksopa loja 363 2 and.
sacsuperxoxo@hotmail.com
http://www.facebook.com/Superxoxo







Nova série de camisetas bandas safadas.
A primeira da série é do U2:
Uma camiseta que não depende do U2 para se sustentar.

Série bandas safadas:
superxoxo since terça-feira
Galeria dos Roqueiros
Loja 363 2and.
sacsuperxoxo@hotmail.com

The Moon And Antarctica
Tiny Cities Made of Ash
Peça em madeira mais acrílica.



Exposição XOXU SINCE TERÇA-FEIRA 
Curadoria: Claudinei Roberto
Visitação:
Terças das  14H Às 19H

Quartas das 14H Às 19H

Sextas das 14H Às 19H

Sábados das 14H Às 19H

Encerramento 9 de Julho de 2011
contato@atelieoco.com.br  sacsuperxoxo@hotmail.com 


.

http://www.atelieoco.com.br/?p=356

Mostra Xoxu Since Terça-Feira

Dia 11 de junho, a partir das 18:00 h, no Ateliê OÇO/Galeria Cinesol será inaugurada minha nova exposição. Não de camisetas. Passando por lá vocês poderão ver as outras coisas que faço. Espero todo mundo lá.

video


De 11/06/2011 até 02/07/2011
Praça Carlos Gomes, nº 115, Liberdade
http://www.atelieoco.com.br

Would you like to be a?..

ZENIT JEANS




Aquela época foi engraçada, pois ser fotografo não havia graça.
Mas as coisas mudaram e tudo se oficializou.
O que era analógico agora de touch ficou.
O que antes era puro romantismo profissional,
hoje é um hype trabalho de renome social.
As facilidades avançaram no descarte de algo essencial.
Com uma digital na mão o romântico virou banal.


WOULD YOU LIKE TO BE A NURSE?


    ***Série Printadas Na Hand***
Sábado dia 21 de maio, chega a série printadas na hand.
Galeria do Samba
Loja 363 2ºandar.
Dúvidas?
sacsuperxoxo@hotmail.com

Tá frio? Hora de usar regata...

Rolou um descaminho mas voltamos a pisar aqui.
Nos retratando da demora lançamos, desde 1 2 3 e já, nossa liquidação de regatas super verão.
Na compra de uma camiseta, você pode levar uma regata por 10 reais.
Comprando mais de uma camiseta, você pode levar quantas regatas quiser por 10 reais cada. ( Fonte : Lucida Grande) .


Promoção válida até a últma regata.
A dica é: Vem fast antes que acabe.


SUPERXOXO SINCE TERÇA FEIRA
(Fonte Webdings)

E semana que vem outra promoção.
Quem ganhou foi uma cliente chamada Victoria.
Ela não precisou dar um rim e mais um real para participar.
Simplesmente pagou R$1,00 na camiseta.


Novas Camisetas na loja no sábado dia 26 de março 2011.
Quem já comprou esta peça da foto, pode ficar sossegado pois ela é filha única.
Pra que gastar mais e usar uma camiseta igual a de todo mundo?
Vem pra Xoxolândia.

Promoção da semana

Pague R$1,00 por uma camiseta gola V, estampa
BICI KISS ( coleção Bike Band ), unissex, equivale a um G feminino, comprida, conforme a fotografia.


Leva a camisea por UM REAL o primeiro que chegar na loja no dia 22 de março de 2011, entre 11h e 17h, com a frase código
"EU MATEI MINHA MÃE NA VASSOURADA'',
na ponta da língua ou anotado em um papel.
Repetindo, o código é:
"EU MATEI MINHA MÃE NA VASSOURADA"
Lembramos que a promoção é válida apenas para a camiseta da fotografia que, como todos os nossos produtos , é uma peça única.
BOA SORTE e que vença o pior.

Sou estudante e não tenho dinheiro


Porque vale tudo e assim por diante,

a SUPERXOXO Since Terça-Feira abre a porteira das promoções emocionantes. Siga as dicas de cada promoção e troque o mínimo de dinhero por camiseta.

Toda semana uma nova promoção.

Acompanhe e BOA SORTE!

Herman, um cara simpático mas...de poucas palavras.


B.O Boletim de Ocorrências.
Caso de hoje:


Constantes diálogos em vão. Estava lendo seu jornal e tomando sua cerveja estupidamente quente, devaneando no meio de notícias atrozes e cavernosas do cotidiano. O jornal era uma espécie sangrenta e sensacionalista de 50 centavos. Enfim, uma leitura sem pretensão de adaptação cultural ou cardíaca, já que pelo menos 70% dos dizeres eram escabrosamente profanos e recheados de coagulados mexilhões da curiosidade humana. Resumindo, ou alongando, não levavam a nada. Estava mesmo?.. Ah, sim! Herman numa boa, em seu universo paralelo, sendo um homem responsável, trabalhador e digno com seus compromissos. Casado com um ser humano do sexo feminino que vivia intervindo em seus momentos de paz aguda. Isso sempre acontecia, sempre. Herman possuía alguns empregos de escalas graduadas aleatórias. De manhã, mais precisamente 7 da matina, trabalhava de vendedor numa loja de bonés do bairro ............., Xinéz.
Almoçava sempre um gato quente prensado, com geléia de ricota ao molho de aspargos. Após o almoço, realizado em baixo de uma árvore do Vale do Anhangabaú, tirava um cochilo na grama macia de algo que parecia ser uma praça, mas na verdade era um cemitério de vídeo cassete. Depois do merecido e pontual descanso, 8 minutos de duração em média, caminhava para seu segundo emprego. Nesta outra profissão exercia função bastante árdua e significativa para a sociedade. Animador de lojas infantis. Usava fantasia de urso com um boné da mesma loja que trabalhava de manhã. Os socos, chutes e flashes esgotavam Herman por inteiro, e, findo o compromisso de trabalhador, depois de 3 conduções, chegava em casa estafado, chateado "psicomentalestruturalmente". Lá era recebido com cobranças e questões insignificantes para o momento. Sua mulher chamada Lutécia indagava muitas vezes sobre as condições do matrimônio entre ambos. Herman, esgotado e ainda de uniforme fazia sua parte dedicando alguns instantes (cronometrados exatamente) a atividade de discutir a relação. Os diálogos eram mais monólogos de Lutécia, e ele sempre pretendia deixar tudo para ser resolvido depois, embora suas tentativas nesses sentidos fossem sempre nulas. Quero dizer... anuladas. Os tempos passaram e Hermam, ainda se dedicando as atividades comuns, teve um estalo de pensamento durante um tapa na boca que recebera de uma criança insatisfeita com o fato de um urso falar. Para essa criança ursos só escutavam, ursos não falavam. Naquele momento Herman idealizou ficar calado mesmo, para tudo, e, justificar seu silêncio com uma doença causada pela fadiga vocal que seus dois trabalhos o expunham. Pensou com ele mesmo: Isso Herman, faça isso hoje mesmo!... No dia da magnífica idéia, ao chegar em casa, escreveu num papel sobre seu problema e mostrou a sua esposa. Aflita com o caso preferiu deixar a discussão corriqueira para o dia seguinte. Caíram folhas, a neve chegou, o sol brilhou com muita intensidade. O tempo não parava e a satisfação de Herman com seu próprio silêncio um dia começou a findar. Lutécia, mulher sábia e astuta que cuidava da casa e assistia programas da tarde na tv aberta, indagou ao pobre Herman, certa vez: -Querido, se sua voz não volta... Matriculei você num curso de libras, assim poderemos conversar e viver normalmente. Hermam, ao escutar as palavras da esposa sentiu seus olhos avermelharem e uma dor no peito. Parte dele aceitou a notícia, parte dele teve certeza de ser impossível. E então que o homem foi mesmo matriculado no curso, no horário da madrugada, especificamente das duas às quatro e meia da manhã. Um mês após o início do magnífico curso de diálogos no mute, começou a conversar com sua esposa em libras. Mais alguns dias se passaram. Não havia mais como sustentar a situação e Herman queria dar um basta nisso tudo. Foi quando uma Senhora histérica, mãe de uma pessoa de apenas 26 anos de idade, o repreendeu com um apertão no braço, alegando que estava com olhar suspeito para cima de sua filhinha. Em virtude desse absurdo, Herman achou que teria um ataque ali mesmo, mas, não foi o que aconteceu. Chegando em casa, seu espírito já estava radiante pois havia descoberto novidade. Sua esposa o recebeu com beijos, abraços e libras, mas ele se afastou um instante, pegou uma canetinha - dessas feitas para escrever em cd, tipo permanente - e rabiscou na parede que devido a uma tendinite repentina, não poderia mais usar libras para se comunicar. E assim, sem poder falar ou movimentar os membros superiores, Herman não sabia mais o que esperar além de alegria. Foi afastado dos trabalhos e em casa ficou rodeado de mimos, cervejas no canudo... Estava de fato no paraíso pleno. Não tardou então para que chegasse o dia em que Lutécia marcaria um médico para o marido. Assim foi feito e lá foram os dois ao hospital no dia da consulta. Lutécia empurrando e Herman dentro do carrinho de feira. Quando o médico analisou Herman, notou que o homem fingia seus males, entretanto, não o entregou. O doutor viu em seus olhos um apelo desesperado de socorro. Receitou ao "doente" fisioterapia no hospital das clínicas. Imediatamente começou o tratamento, e, como não estava doente de fato, os resultados mostraram-se positivos muito logo. Desesperado para não ser desmascarado e não perder a melhora que havia conquistado em sua vida enquanto mudo de voz e mãos, resolveu, como medida drástica, amputar seus braços e pernas. E fez. Em seguida adaptou seus membros com um amigo marceneiro. Este executou uma obra prima em madeira, tamanha sua maestria e tamanho seu afinco com o serviço. Herman ganhou braços e pernas muito precisos. Ao final desse longo dia de arranca e põe, Heman retornou a sua casa e mostrou a esposa o que haviam feito as sessões de fisioterapia com seu corpo. A mulher, horrorizada com tamanha bestialidade macabra, abandonou o lar correndo, deixando o amado marido caído na sala com seus novos membros. Herman entrou em profunda depressão e ao continuar caído no chão, sofreu um ataque repentino de cupins. Um belo final feliz para alguns!

Revelarei aqui a imagem atual de Herman.
Quem já veio na loja viu.
Quem não veio é porque preferiu passar o ano novo com camiseta de piada.
Boas festas e até ano que vem.

BAZAR NA GALERIA OÇO.
METRO LIBERDADE.

Sua loja tem um balcão Zuado.
Faça igual a os Cheech & Chong do Largo do Arouche.
De uma PIMPADA na sua loja.





Balcão em madeira com rodas,
portas frontais e luz de foco em cada divisória.
Se você tiver um móvel velho e xoxo, envie um e-mail com uma foto.
E participe do projeto pimp my móvel.
Dúvidas e encomendas no superxoxo@hotmail.com.

Superxoxo Mega Store
Galeria dos Roqueiros
Rua 24 de Maio loja 363 2 and
São Paulo - Sp

( Quem entrar em contato por carta ganha descontos e brindes )
Serie de móveis
BORACHO COMO UNA CUBA.
BORACHO COMO UNA CUBA.
BORACHO COMO UNA CUBA.



Banqueta pequena em madeira capa em tecido lavável, peça única.
Se você tiver um móvel velho e xoxo, envie um e-mail com uma foto.
E participe do projeto pimp my móvel.
Dúvidas e encomendas no superxoxo@hotmail.com.

Superxoxo Mega Store
Galeria dos Roqueiros
Rua 24 de Maio loja 363 2 and
São Paulo - Sp

( Quem entrar em contato por carta ganha descontos e brindes )
Serie de móveis
BORACHO COMO UNA CUBA.
BORACHO COMO UNA CUBA.
BORACHO COMO UNA CUBA.

Puff pequeno costurado em tecido colorido peça única.
Dúvidas e encomendas no superxoxo@hotmail.com.
Em Breve você ai do Japão vai poder comprar na loja Ems Ponja.

Superxoxo Mega Store
Galeria dos Roqueiros
Rua 24 de Maio loja 363 2 and

CRAS HODIE CRAS


Beata Hype caça-níquel de velario eletrônico apresenta:
Projeto catequização por osmoze .

Santo Expedito

Santo Expedito foi martirizado na Armênia. Ele era militar, foi decapitado no dia 19 de Abril de 303, sob o imperador Diocleciano, que subira ao trono de Roma em 284.

Ele levava uma vida devassa; mas um dia, tocado pela graça de Deus, resolveu mudar de vida. Foi então que lhe apareceu o Espírito do mal, em forma de corvo, e lhe segredou "cras....! cras....! cras....!" palavra latina que quer dizer: amanhã...! amanhã...! amanhã...!, isto é deixe para amanhã! Não tenha pressa! Adie sua conversão!

Mas Santo Expedito, pisoteando o corvo, esmagou-o, gritando: HODIE! Quer dizer: HOJE! Nada de protelações! É pra já!

L'ABOMINABLE BLANC DES NEIGE

L'ABOMINABLE BLANC DES NEIGE


Estampa L'abominable blanc des neige.
Disponivel em varias cores e camisetas.
Super Since Xoxo-Feira.
Galeria do rock loja 363 2nd
superxoxo@hotmail.com

I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT
I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT
I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT
I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT
I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT
I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT I LOVE T-SHIT

Pra quem gosta de camiseta Raiperafluorkavera.
Aqui você encontra:
Raio, Diamante, Coração, Caveira e Óculos.
Estes elementos que completam uma bela T-SHIT.

Disponivel em várias cores na Since Terça-Feira Mega Store.
Galeria do rock loja 363 2and.
O crime de texugo bichinho virtual preto

Fumiko deitada nua em uma rede, bem a vontade, de meias coloridas, lindas meias coloridas. Em sua cultura as mulheres que andam nuas e de meias vivem mais porque as entranhas ficam em contato direto com a natureza, sobretudo, quando ocorrem catástrofes climáticas. Estes factores promovem inúmeros orgasmos naturais. Dizem que quando feito por chuva seguida de trovoadas, a mulher fica incontrolável. Existem até relatos sobre suicídios impulsionados pelas múltiplas sensações de prazer. E as meias? Essas impedem um possível resfriado.
De repente desce para Fumiko e uma enxurrada vermelha "agroselhada" invade a terra tocando o solo sagrado. Nesse instante, além de Fumiko expelir todos os seus desejos e pirações, aborta uma criança já grande e bem vestida que tenta se apegar a primeira coisa que vê. Porém, sua mãe ateia e à toa na life não aceita, e manda um de seus motoqueiros matar seu filho. Num golpe calculista, somado a um detalhe olímpico e preciso, o motoqueiro acerta em cheio a jugular do filho de Fumiko que se chamaria Chapahalls.
Chapahalls cai no chão e se estrebucha de dor e alívio, pois já confabulava em sua mente infanto-doentia como seriam os passeios aos parques, as saídas do colégio, lei contra tabagistas, aniversário de 18 anos... imaginou várias situações ruins que estaria presenciando, inclusive ser o alvo-mor de bandalheiras infantis. Bom... preferiu a morte.
De repente, Ele... Santo Expedito! O santo das causas urgentes veio mais rápido que o SAMU, acompanhado por uma ladainha adocicada e um tanto quanto... agro-melódica, dizendo o seguinte:

Eu fiz uma viagem

Encontrei Santo Expedito

Ele estava explicando

O que estava escrito

Pois neste mundo não existe ateu, no momento de sufoco eles sempre falam "ai meu Deus!", mesmo sendo no diminutivo, ou "ai minha nossa senhora!", a mesma regra serve neste caso; assim disse o professor...
De mãos entrelaçadas, num momento de apego e sofrimento, Fumiko aperta as handis de Chapahalls, e, parecendo querer reverter a situação começa a rezar. Mas não é uma reza comum, decorada ou entoada aos ventos sânscritos ou profanos... "Pode ser do Diabo ou de Deus, se tem a cura, vou atrás" (Retirado de Hélios).
Vendo a aflição de Fumiko, uma força maior a convida para ter um pouco mais de alívio, mas ela retruca com sua boca abençoada de pilherias pós-parto, e falando o que deseja em volume de tímpano de santo. Somente ela sabe e a quem direciona a oração. (Você poderá descobrir no capítulo 666 desta saga.).
Inexplicavelmente sua pele volta a ter coloração normal. Nem a Avon com parceria da água sanitária Globo seria capaz de clarear de imediato, aproximando da escala Pantone White Michael... Assim, voltando a ter tonalidade esverdeada, livre da palidez mortal da situação, consegue o feito inigualável de retirar um tamagotchi da boca de Chapahalls.
Sua missão: Cuidar do animalzinho virtual e fazer com que ele cresça e seja feliz.
Vamos Fumiko!
Mostre-nos do que é capaz!
Crie um texugo virtual e preto!

FUMIKO! JÁ GANHOU!

FUMIKO! FUMIKO A MELHOR!

(Final feliz de seriado japonês, incapacitado de sapiência e recheado de incoerências).


Texto escrito para "O crime do Texugo Preto" na livraria HQ Mix.


Raised by grand mother
O garoto Rashid Mareshah Libnah Faluja Eglon Mortimer Mouse uma criança judia criada pela avó. Por estudar em casa e com sua avó de professora recebeu uma educação um pouco diferenciada das outras crianças de sua idade. Nos intervalos de cada materia além de vários tipos de bolos e guloseimas, podia escolher brincar com sua avó ou assistir um desenho. Porém sua avó sempre negava seus pedidos de desenhos por dizer fazer parte ''do mundo'' Rashid sempre pedia cavaleiros do zodiaco, Aqua Teen, Dragon balls, Caverna do dragão, Family Guy entre outros, mas sua avó, mãe, professora e amiga de brincadeiras nunca permitiu Mareshash a assistir este tipo de desenho. O único desenho permitido livremente sem culpa, era os desenhos do mickey mouse. Sua avó, mãe, professora e amiga das brincadeiras via no mickey a inocência necessaria para manter seu neto e único companheiro dentro de sua bolha que estava localizada em um apartamento de um por andar na avenida são Luíz de apenas 500 metros quadrados de área de útil ou seja um cíbiculo .Por Libnah sempre ter que assistir mickey mouse passou a ser um garoto alucinado pelo Mickey, seu mundo começou a mudar e Faluja passou a tratar sua avó, mãe, professora e amiga das brincadeiras como o mickey trata o pluto em suas caçadas inuteis. Eglon começou a obrigar sua avó a usar um kepah de orelhas não podendo tirar nem para dormir. A relação entre Pluto e Mickey passou a ser mais complicada pois as brincadeiras e as aulas passaram a ser mais cansativas e questionáveis. Bom um dia ao completar 22 anos e nunca ter saido de casa pois não sabia que existia um mundo de verdade, Pluto esquece a porta aberta em um certo momento e Mickey escapa, para entender o que acontecia naquele outro mundo vai morar em uma tubulação de esgoto que passa por debaixo da rua 7 de abril que liga com o lago das tartarugas e patos da praça da República.